5 marcas de motos elétricas que farão você ceder o coche

MOTOS ELÉTRICAS

Apesar do cenário pouco convidativo para os carros elétricos, que ainda possuem preços elevados no Brasil, as motos elétricas, diferentemente, possuem preços mais acessíveis, próximos até mesmo dos modelos que funcionam à esbraseamento.

Leia mais: Saiba o novo preço da gasolina após redução do teto do ICMS

Para se ter uma teoria, o segmento teve um boom em terras brasileiras, com um aumento de 878% nos últimos 12 meses. Os dados são da Federação Vernáculo da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave).

E para permanecer por dentro desse cenário tão promissor, veja a seguir uma lista de 5 marcas de motos elétricas que todo mundo precisa permanecer de olho.

.ads_conteudo_top {
width: 300px;
height: 250px;
}
@media (min-width: 350px) {
.ads_conteudo_top {
width: 100%;
height: 280px;
text-align: center;
margin-bottom: 10px;
}
}
@media (min-width: 500px) {
.ads_conteudo_top {
width: 100%;
height: 280px;
}
}
.ads_conteudo_top22 {
margin-right: 10px;
margin-bottom: 10px;
max-width: 100%;
margin: auto;
height: 336px;
}


//

5 marcas de motos elétricas que farão você ceder o coche

1. Shineray

Considerada uma das maiores fabricantes de motocicletas da China, a Shineray quer, sem incerteza alguma, expandir sua atuação no Brasil. Atualmente, mesmo detrás de marcas uma vez que Honda e Yamaha, a empresa já oferece algumas opções no mercado, uma vez que a Shineray SE1.

A motocicleta tem autonomia de 60 km, motor elétrico indutivo de fluente contínua com potência de 2.000 W e velocidade máxima de 50 km/h.

Shineray SE1

2. Elektra

A marca é conhecida pelas scooters que fazem muito sucesso nas zonas empresariais de São Paulo. No caso da Elektra 1200W, o protótipo possui dispêndio de R$ 15,5 milénio, com bateria de 20 ampère-hora e com capacidade de rodar 40 km com exclusivamente uma fardo.

Já no caso da Elektra 2000W, o valor sobe para R$ 15,9 milénio, com aumento na autonomia para rodar de 45W, além de bateria de 20 ampère-hora.

Scooter Elektra 1200W

3. Voltz

Depois de firmar uma parceria com o iFood para facilitar a compra de motos elétricas pelos entregadores, a marca ganhou destaque no cenário vernáculo. Os modelos oferecidos pela trabalhador têm sido bastante buscados devido as constantes altas dos combustíveis.

.ads_conteudo_top {
width: 300px;
height: 250px;
}
@media (min-width: 350px) {
.ads_conteudo_top {
width: 100%;
height: 280px;
text-align: center;
margin-bottom: 10px;
}
}
@media (min-width: 500px) {
.ads_conteudo_top {
width: 100%;
height: 280px;
}
}
.ads_conteudo_top22 {
margin-right: 10px;
margin-bottom: 10px;
max-width: 100%;
margin: auto;
height: 336px;
}


//

O protótipo principal é o Voltz EV1, que é vendido atualmente pelo preço de $ 18.790. A moto elétrica conta com autonomia de 180 km, velocidade média de 35 km/h e velocidade máxima de 75 km/h.

Voltz EV1

4. Aima

Desde que iniciou suas operações no Brasil em 2021, a trabalhador possui a M3ZU, que possui autonomia entre 60 e 80 km, além de velocidade máxima de 40 km/h. O protótipo, vale lembrar, é um dos mais acessíveis de todo o catálogo, chegando a custar em torno de R$ 9.990.

Aima M3ZU

5. LL Motors

O valor dos produtos oferecidos pela marca partem da mansão dos R$ 14 milénio. O protótipo mais sabido é a TY, que é uma scooter urbana vendida nas versões Lite e Force. Ela consegue oferecer um pouco mais de 4 cv e chegar a 65 km/h.

.ads_conteudo_top {
width: 300px;
height: 250px;
}
@media (min-width: 350px) {
.ads_conteudo_top {
width: 100%;
height: 280px;
text-align: center;
margin-bottom: 10px;
}
}
@media (min-width: 500px) {
.ads_conteudo_top {
width: 100%;
height: 280px;
}
}
.ads_conteudo_top22 {
margin-right: 10px;
margin-bottom: 10px;
max-width: 100%;
margin: auto;
height: 336px;
}


//

O diferencial em relação às demais fica por conta da bateria, que garante 65 km de autonomia na versão Lite, e 100 km de autonomia na versão Force.

LL Motors TY

O post 5 marcas de motos elétricas que farão você abandonar o carro apareceu primeiro em Edital Concursos Brasil.