Mesmo com produção em subida, comprar uma moto está mais difícil; Por quê?

Murado de 40% das vendas de motos no Brasil são feitas por meio de financiamento. De uns tempos para cá, por motivo do endividamento das famílias, a restrição de crédito está maior. Com isso, somente 30% dos pedidos de financiamento são aprovados; portanto, mesmo com a produção em subida, comprar uma moto está mais difícil.

Leia mais: Saiba quem são os motoristas que têm descontos de até 90% no IPVA atrasado

Esses números mostram que apesar de a oferta de motos no mercado estar maior, conseguir prometer uma em morada está mais difícil para os brasileiros. E essa barreira é preocupante, enfim de contas, muitas pessoas usam esse tipo de transporte para trabalhar, ou seja, uma vez que uma forma de prometer a renda.

.ads_conteudo_top {
width: 300px;
height: 250px;
}
@media (min-width: 350px) {
.ads_conteudo_top {
width: 100%;
height: 280px;
text-align: center;
margin-bottom: 10px;
}
}
@media (min-width: 500px) {
.ads_conteudo_top {
width: 100%;
height: 280px;
}
}
.ads_conteudo_top22 {
margin-right: 10px;
margin-bottom: 10px;
max-width: 100%;
margin: auto;
height: 336px;
}


//

Comprar motocicleta está mais difícil

Conseguir um financiamento acabou se tornando uma opção para uma pequena parcela dos interessados em comprar a primeira moto ou trocar a anterior, por isso a produção segue em propagação ordenado.

Dados da Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo) indicam um aumento de 22,9% na produção, comparado ao mesmo período em 2021.

Só para se ter uma teoria, nos seis primeiros meses de 2022, quase 570 milénio motos foram produzidas só no Brasil. O resultado é o maior desde 2015.

E muita gente que antes tinha um coche na garagem, acabou encontrando no uso das motos uma forma de forrar combustível. Essa é uma das outras razões do porquê a procura por motocicletas estar maior.

.ads_conteudo_top {
width: 300px;
height: 250px;
}
@media (min-width: 350px) {
.ads_conteudo_top {
width: 100%;
height: 280px;
text-align: center;
margin-bottom: 10px;
}
}
@media (min-width: 500px) {
.ads_conteudo_top {
width: 100%;
height: 280px;
}
}
.ads_conteudo_top22 {
margin-right: 10px;
margin-bottom: 10px;
max-width: 100%;
margin: auto;
height: 336px;
}


//

Com a dificuldades para obter a liberação do financiamento, muitos brasileiros encontram nos consórcios uma opção mais fácil e menos burocrática para conseguir comprar uma moto.

Mas ainda assim é preciso se organizar, portanto fique sisudo! O consórcio requer planejamento e compromisso com o pagamento parcelado. A vantagem mesmo é não ter de remunerar juros, apesar da taxa de gestão.

Dessa forma, o preço final de uma moto pelo consórcio pode permanecer mais em conta do que se o veículo fosse comprado por meio de financiamento, por isso a dica é se organizar.

Caso não consiga um financiamento, o consórcio pode ser uma boa saída.

O post Mesmo com produção em alta, comprar uma moto está mais difícil; Por quê? apareceu primeiro em Edital Concursos Brasil.